A Usurpadora: o que esperar dessa nova versão?

Jonathas Lopes
Jonathas Lopes
A Usurpadora, projeto do Fábrica de Sueños. (Foto: Divulgação).

O SBT em breve vai estrear em sua programação a versão mais recente do clássico de 1998 protagonizado por Gabriela Spanic, A Usurpadora. Porém dessa vez em um formato mais curto, e com uma nova roupagem.

Hoje (29/09) antes do último capítulo da telenovela mexicana Amores Verdadeiros, a emissora paulista prepara uma edição especial da produção que promete causar muito alvoroço. 

Esse remake foi exibido no México originalmente em 2019, por meio de um projeto intitulado Fábrica de Sueños, o qual consiste em reviver clássicos da dramaturgia mexicana em um formato mais curto, algo como uma minissérie. La Usurpadora, ou como conhecemos aqui no Brasil, A Usurpadora, foi o primeiro de uma leva que já acumula 3 títulos. 

A trama está protagonizada por Sandra Echeverría dando vida as gêmeas Paola e Paulina. Na pele do mocinho Carlos, quem interpreta  o personagem é o ator Andrés Palácios. O folhetim possui um total de 25 episódios, e apresenta, o clássico de 98 sob uma nova ótica. 

Sandra Echeverría vive as gêmeas Paola e Paulina. (Foto: Divulgação).

Dessa vez, o romance não é o foco principal, e a ação e o suspense tomam conta de cada episódio, refletindo em uma atmosfera mais densa que a versão produzida por Salvador Mejía.

Apesar das mudanças, alguns personagens foram mantidos como Piedade, que agora é mãe do protagonista e não avó e os filhos de Carlos que passaram a ser adolescentes nessa adaptação. Além disso, algumas perguntas que ficaram sem respostas na versão clássica, foram respondidas com mais clareza nesse remake, como o fato de Paola ter sido adotada por uma família rica, por exemplo.

A diferença entre as duas versões fica nítida em conferir apenas o trailer. Cada uma das obras possui seu próprio charme, e como tal, é um produto diferenciado que promete conquistar o público, assim como a novela homônima de 98 fez. 

Jonathas Lopes

Jonathas Lopes

Amante de teledramaturgia e cinema. Crítico de televisão nas horas vagas, e apaixonado pelo universo Star Wars.

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter