A volta dos que não foram: Nathalie Lartilleux e outros produtores da velha guarda da Televisa são recontratados

Vander Dias
Vander Dias
Nathalie Lartilleux nos bastidores de sua novela "El Vuelo de la Victoria"/ Foto: Televisa

Desde que a Televisa passou a apostar em novas propostas de conteúdo visando alcançar o mercado mundial de streaming deixou de lado o formato dos melodramas que eram uma marca registrada do canal e passou a investir cada vez mais em tramas urbanas, com ação e elementos que remetem ao narcotráfico, coisa que a concorrente Azteca sempre nos apresentou.

De lá pra cá houve várias pessoas descontentes, seja o público saudosista com as novelas que antes eram produzidas ou até mesmo os próprios funcionários da empresa que se viram na fila do desemprego, uma vez que o grupo Televisa passou a terceirizar os serviços de produção entregando roteiros à estúdios independentes de produção.

Mas parece que a nova direção do canal está disposta a correr contra o tempo e recuperar a audiência perdida nos últimos anos após essa série de mudanças na identidade do canal e está fazendo questão de recontratar antigos produtores que um dia já contribuíram para o sucesso da emissora mexicana.

Segundo o jornalista mexicano Juan José Origel em sua coluna Vida y Milagros para o jornal El Sol de México publicada na manhã desta segunda-feira (16) parte dos antigos produtores da Televisa já se encontram em fase de pré-produção de novos trabalhos no canal, seja formando equipe ou analisando títulos e roteiros. São eles a saber: Ignacio Sada (Un Refúgio Para el Amor, Simplesmente Maria, Sin Tu Mirada), Angelli Nesma (produtora do fenômeno Maria do Bairro e famosa por trabalhar com Angelique Boyer em Abismo de Paixão, O Que a Vida Me Roubou e Trés Veces Ana) e Nathallie Lartilleux (conhecida por seus melodramas exitosos na faixa da tarde no Brasil e no México, Cuidado Com o Anjo, Coração Indomável, Mar de Amor, A Gata e Um Caminho Para o Destino são algumas das suas produções que obtiveram êxito).

Origel informa ainda que Carmen Armendáriz e Giselle González que recentemente produziram os remake de La Usurpadora e Cuna de Lobos para o projeto “Fábrica de Sueños” já estão preparando também novas telenovelas.

Se a Televisa vai conseguir recuperar a sua essência dos melodramas isso só o tempo nos dirá.

Vander Dias

Vander Dias

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter