Angélica Vale foi vítima de bullying e inveja nos bastidores de novela de sucesso

Cadu Safner
Cadu Safner
Angelica Vale (Reprodução)
Angelica Vale (Reprodução)

Em 2006, a atriz Angélica Vale estrelou A Feia Mais Bela, uma das versões de maior sucesso de ‘Betty’, ao lado de Jaime Camil. Com este trabalho, a artista, que também é cantora e até então lembrada por seus trabalhos anteriores em Soñadoras (1998) e Amigas e Rivais (2001), atingiu um novo patamar de popularidade.

Esta produção, no entanto, foi apontada pelos fãs da atriz como o trabalho em que ela sofreu bullying e machismo. Situações essas que foram reveladas pela própria artista em seu canal no Youtube durante um bate papo com a também atriz e sua mãe, a veterana Angélica María.

Sem revelar o nome da novela, a qual tratou como “paródia”, a intérprete de Lety disse que apesar das boas avaliações e do sucesso que a produção fez, nos bastidores, nem tudo era diversão para ela.

“Fizeram a ‘lei do gelo’ comigo. Uma vez eu cheguei no camarim e ninguém falou comigo, nem me disseram ‘oi’. [colegas] me perguntavam se eu estava confortável no meu trabalho e eu disse não, e que ficava assustada por ir. Eles ficaram com raiv por eu falar isso. Mas me trataram mal, me fizeram boicote”, explicou ela

Confira a entrevista completa:

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter