Aos 75 anos, morre por coronavírus Antonio Bolívar, ator de O Abraço da Serpente, filme indicado ao Oscar

Cadu Safner
Cadu Safner
Antonio Bolívar (Divulgação)
Antonio Bolívar (Divulgação)

Morreu nesta sexta (1) o ator colombiano Antonio Bolívar, aos 75 anos, com suspeita de coronavírus, informou a Fundação Ficamazonía. O profissional ficou conhecido mundialmente através do filme O Abraço da Serpente, indicado ao Oscar em 2016 na categoria Melhor Filme Estrangeiro. Bolívar morreu em Leticia, cidade que faz fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru.

É com imensa tristeza da equipe da Fundação Ficamazonía, que nos despedimos do avô Antonio Bolívar, ator reconhecido e figura emblemática e ancestral da Amazônia. Um homem grande, e ele sempre será. Deixe uma semente em cada um de nós“, lamentam os profissionais da Fundação, seguido pelo pedido de atenção com a população indígena local.

Antonio Bolívar na celebração do Oscar em 2016 (Divulgação)
Antonio Bolívar na celebração do Oscar em 2016 (Divulgação)

Pedimos às autoridades a atenção das populações indígenas em meio a esta pandemia. Agradecemos a vida de Don Antonio, visionário, pioneiro, sobrevivente e contador das mais belas histórias da Amazônia, um símbolo de orgulho para os povos indígenas da Colômbia e de toda a Amazônia, que com sua voz inspiraram e despertaram o espírito e a consciência de milhares. de espectadores e artistas de todo o mundo”, diz ele na conta do Facebook da Cidade Lunar.

Antonio Bolívar (Divulgação)
Antonio Bolívar (Divulgação)

Pertencente à etnia indígena Ocaina, Antonio Bolívar, segundo asseguram, foi hospitalizado dias atrás no Hospital San Rafael de Leticia com suspeita de ter sido infectado pela Covid-19.

O Abraço da Serpente 

Filme O Abraço da Serpente (Divulgação)
Filme O Abraço da Serpente (Divulgação)

Bolívar tornou-se famoso em todo o mundo ao interpretar o personagem Karamatake, encarregado de guiar o etnobotânico Richard Evans pela selva em busca do yakruna, uma planta que lhe daria a capacidade de sonhar. Graças ao filme, o ator foi parar nas galas de cinema mais importantes do mundo, incluindo o Oscar de 2016, os festivais de Cannes e San Sebastián, entre outros.

 

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter