Avós de Nícolas em Te Dou a Vida, atores fizeram história como par romântico em outra novela

Felipe Brandão
Felipe Brandão
Érika Buenfil e Omar Fierro em Te Dou a Vida (à esquerda) e entre o elenco de Amor em Silêncio (à direita) (Reprodução/Twitter)
Érika Buenfil e Omar Fierro em Te Dou a Vida (à esquerda) e entre o elenco de Amor em Silêncio (à direita) (Reprodução/Twitter)

O SBT não quer mesmo deixar seu público com saudade de Érika Buenfil. A estrela mexicana sequer havia saído de cena em Amores Verdadeiros – que termina hoje (quarta-feira, 29) – quando já retornou precocemente como Andrea, a avó materna do pequeno Nícolas (Leonardo Herrera) na recém-estreada Te Dou a Vida.

A trama produzida em 2020, em plena pandemia do coronavírus, permitiu à atriz renovar a parceria com um antigo companheiro de cena: Omar Fierro, que aqui viveu Horácio, marido de sua personagem.

Juntos eles formaram, em 1988, um dos pares românticos mais emblemáticos da história da TV mexicana, na novela Amor em Silêncio. Essa história produzida por Carla Estrada começava focada no romance proibido entre Marcela (Buenfil) e Fernando (Arturo Peniche) em meio a uma série de obstáculos.

Prestes a se casar, os mocinhos são assassinados pela vilã Mercedes (Margarita Sanz) literalmente às portas do altar, chocando completamente o público e deixando a dúvida sobre o que aconteceria na trama dali em diante.

Ocorre então uma passagem de tempo de 20 anos, e Buenfil ressurge na pele de Ana, a filha dos protagonistas originais, para viver com Ângelo (Fierro), um rapaz surdo-mudo, o “amor em silêncio” que justificaria o título da novela.

Desta vez, os ‘novos’ mocinhos tiveram mais sorte que os originais, terminando a história com o merecido “felizes para sempre” – e fazendo de Amor em Silêncio um marco na teledramaturgia mexicana, por seu ineditismo e ousadia. No Brasil, o folhetim chegou a ir ao ar pelo mesmo SBT, em 1993, repetindo por aqui parte do sucesso obtido em sua terra natal.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter