Whatsapp x

Fale com Agente :)

11983495309

Enviar
email x
[email protected]
Curiosidades de "Destilando Amor", trama que fez história no México
Siga-nos

Publicados

em

Destilando Amor se tornou uma das novelas de maior audiência da televisão mexicana. A trama assinada pelo produtor Nicandro Díaz (A Dona, Amanhã é Para Sempre) foi exibida no Brasil em 2007 pelo SBT, porém acabou saindo do ar com poucos capítulos exibidos devido à baixa audiência. Na época, a emissora de Silvio Santos estava passando por uma grave crise de audiência. Mesmo estando completamente dublada, a novela nunca voltou a dar as caras em nosso território. Uma pena!

Cena da novela mexicana “Destilando Amor”. (Foto: Televisa S.A. de C.V.).

Mais de uma década depois da exibição original, o canal Las Estrellas no México voltou a apostar no folhetim e o resultado não poderia ser outro: a novela é novamente um fenômeno de audiência. Exibida no horário vespertino, a trama vez ou outra supera toda a programação noturna da emissora mexicana.

Em meio a todo esse hit separamos algumas curiosidades da novela. Confira a seguir:

1 – Amizade que terminou em casamento surgiu no set de filmagens da novela

Martha Julia e Salvador Ibarra. (Foto: Reprodução).

Quem diria que a novela se tornaria culpido de algum futuro casal não é mesmo? Esse foi o caso da atriz Martha Julia e do ator Salvador Ibarra. Apesar dos dois atores terem compartilhado cena uma ou duas vezes durante toda a novela, os astros se tornaram grandes amigos fora das câmeras. Amizade essa que mais tarde resultou em casamento.

Todavia, em 2016, o casamento chegou ao fim e os dois atores decidiram seguir rumos distintos. Do relacionamento do casal nasceu a pequena Isabella.

Na trama Martha Julia interpretou a vilã Isadora, enquanto Salvador fez uma pequena participação como o advogado Medina.

2 – A história original era sobre café, não tequila

Pôster promocional da versão original colombiana. (Foto: Reprodução).

Lançada como uma nova versão da trama colombiana “Cafe Con Aroma de Mujer“, exibida originalmente em 1994 em seu país de origem e em 2001 no Brasil, Destilando Amor teve alguns elementos alterados pelo produtor Nicandro Díaz para se adequar à realidade mexicana. Na original colombiana a trama se desenvolve em meio a um grande negócio de vendas de café, porém na versão do México a matéria-prima utilizada foi a tequila.

3 – Angélica Rivera não foi a primeira opção para interpretar a icônica ‘Gaviota’

Não, mas como assim? Angélica Rivera em cena de “Destilando Amor”. (Foto: Reprodução/TLNovelas).

Se engana quem pensa que Rivera não precisou passar por teste de elenco para conseguir o papel da protagonista dessa produção. Atrizes como Susana González, Daniela Castro, Yadhira Carrillo, Mariana Seoane, Alejandra Barros, dentre outras marcaram presença no casting, porém no fim das contas a ex-primeira dama do México conseguiu o papel.

4 – Ana Martín e Angélica Rivera já haviam interpretado mãe e filha em outra novela

Ana Martín e Angélica Rivera em cena de “Destilando Amor”. (Foto: Reprodução/TLNovelas).

Gaviota e Clarita encantaram o público com sua empática relação de mãe e filha na trama. O que muitos talvez não saibam é que as atrizes que interpretaram os respectivos papéis já haviam vivido mãe e filha em outra novela chamada Ángela, levada ao ar entre 1998 e 1999 sob a produção de José Alberto Castro.

5 – Ana Patrícia Rojo contracenou com seu pai Gustavo Rojo na novela

Ana Patrícia Rojo e seu pai Gustavo Rojo nos bastidores de “Destilando Amor”. (Foto: Televisa S.A. de C.V.).

Em “Un Camino Hacia El Destino“, no Brasil conhecida como Um Caminho Para o Destino, a atriz Ana Patrícia Rojo contracenou com seu pai Gustavo Rojo, inclusive os seus personagens também eram pai e filha na trama. Porém essa não foi a única vez que os dois atores trabalharam juntos, já que em Destilando Amor os dois também dividiram cena, não pela primeira vez, mas sim terceira, uma vez que Ana Patrícia e seu pai também participaram de novelas como Esmeralda e Carita del Ángel anos antes.

6 – Fernando Colunga quase foi o protagonista da trama

Fernando Colunga/Eduardo Yañez. (Foto: Reprodução).

Anterior à pré-produção da novela o produtor Nicandro Díaz já tinha seguro quem seria o protagonista de seu novo projeto. O produtor revelou em uma entrevista que desde o início Eduardo Yañez foi o favorito, e por isso, não fez teste de elenco. Porém Nicandro também afirmou que caso Yañez não estivesse disponível na época, o personagem ficaria a cargo do ator Fernando Colunga, rosto bastante conhecido aqui no Brasil.

CONHEÇA A HISTÓRIA

Teresa (Angelica Rivera) – ou Gaviota -, como todos a chamam, é uma agricultora que junto com sua mãe começa a trabalhar na fazenda ”La Montalveña”. Nesse local ela conhece e se apaixona por Rodrigo (Eduardo Yáñez), filho do proprietário da fazenda. Ao morrer, o pai de Rodrigo deixa em seu testamento uma claúsula, a qual diz que toda a sua forturna ficará a cargo de seu primeiro filho a lhe dar um neto homem. A partir de então dar-se inicio uma luta por poder dentro da própria família.

A trama é protagonizada por Eduardo Yañez e Angélica Rivera e ainda reúne grandes nomes do cenário mexicano como René Strickler, Ana Martín, Ana Patrícia Rojo, Sergio Sendel, Martha Julia, Gustavo Rojo, Chantal Andere, dentre outros.

A reprise de Destilando Amor é exibida de segunda a sexta nas tardes mexicanas por meio do canal Las Estrellas.

Deixem recomendações nos comentários, até breve!

Comentários

OUÇA O NOSSO PROGRAMA

Postagens Recentes