Carmen Salinas teria exigido demissão de colega em obra teatral, afirma colunista mexicano

Felipe Brandão
Felipe Brandão
A atriz mexicana Carmen Salinas (Divulgação / Televisa)
A atriz mexicana Carmen Salinas (Divulgação / Televisa)

O nome de Carmen Salinas voltou a ser envolto em polêmicas na mídia mexicana nos últimos dias. Desta vez, a atriz de 83 anos foi acusada de ‘pedir a cabeça’ de um companheiro de cena na comédia teatral Y Que Nos Coge La Pandemia (Como A Pandemia Nos Afeta), que está em cartaz na Cidade do México.

De acordo com informações do jornalista Álex Kaffie, em sua coluna no jornal El Heraldo de México, Salinas teria se indisposto seriamente com o humorista Carlos Eduardo Rico após desavenças com ele nos bastidores do espetáculo – uma comédia de costumes sobre a vida do cidadão comum em tempos de coronavírus.

Pouco depois desse incidente, a produção de Y Que Nos Coge La Pandemia optou por desligar Rico do elenco, alegando ter tomado tal medida por “questões orçamentárias”. Kaffie, porém, garante que a dispensa aconteceu na realidade, por interferência – e exigência – de Carmen. “Ou ele ou eu!”, teria dito a estrela aos produtores da obra.

Carlos Eduardo Rico é muito conhecido na TV mexicana e trabalhou durante mais de 20 anos para a Televisa, em humorísticos como Otro Rollo (2004), Fábrica de Risas (2007) e Festival de Humor (2002-2007). Atualmente ele é parte do casting da TV Azteca, onde integra o elenco do programa Venga la Alegría.

Carmen Salinas, por sua vez, é uma das atrizes mais populares da terra da tequila, onde se destacou em novelas como Maria Mercedes (1992), Abraça-me Muito Forte (2001) e Meu Coração é Teu (2014). Seu trabalho mais famoso, no entanto, foi a sofrida Agripina em Maria do Bairro (1995). Ela foi vista na TV brasileira pela última vez em Triunfo do Amor.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter