Casos de terror da série ‘Eu Vi: América Latina’ apavoram moradores de um município no México

Cadu Safner
Cadu Safner
Série Eu Vi, da Netflix, traz história bizarra ocorrida em Apodaca, no México (Reprodução: Netflix)
Série Eu Vi, da Netflix, traz história bizarra ocorrida em Apodaca, no México (Reprodução: Netflix)

Após a divulgação do trailer oficial da série Eu Vi: América Latina, da Netflix, um caso em particular intrigou os moradores de Apadoca, um município de Nuevo León, no México. A história paranormal foi vivida por uma família daquele local no ano de 2003 e tem causado pavor nos moradores locais.

Nos vários grupos do Facebook não se fala em outra coisa. A partir do trailer, as lendas urbanas e acontecimentos paranormais em Nuevo León, os usuários passaram a questionar sobre o caso referido na série, que tem estreia agendada para o próximo dia 31.

No vídeo da Netflix, aparece uma casa de dois andares e indica que ocorreu em Apodaca. A maioria dos internautas afirmam desconhecer a história ocorrida no referido município, outros até perguntam se a casa existe.

No entanto, um usuário da rede social afirmou sobre a origem da história. Para ele, trata-se, na verdade, de um caso ocorrido há 20 anos, em que uma menina de 4 anos foi violentamente assassinada e encontrada em um terreno baldio três dias após a denúncia de seu desaparecimento.

Ao longo dos anos, o bairro Moises Saenz foi construído em Apodaca e naquele pedaço de terreno específico onde a menina foi encontrada, foi construído um jardim de infância.

De acordo com essa lenda urbana dita pelo rapaz, os professores testemunharam eventos paranormais, eles até afirmam ter visto uma garota em um vestido velho que apareceu nas janelas da escola. Este, então, deverá ser o caso que Eu Vi: América Latina, vai contar ao público.

Outra história que especula-se também ganhar um episódio na série da Netflix, é sobre um caso ocorrido no bairro Bosque Real, em Apodaca, onde os moradores de uma casa no bairro já citado no ano de 2003, presenciaram acontecimentos paranormais.

Na ocasião, um homem se desesperou ao afirmar que sua esposa presenciou uma menina que estava parada na escadaria de sua casa, que tem dois andares.

À época, esse mesmo homem passou a contar suas experiências para pessoas da região, quando ele e sua esposa voltaram para casa após o trabalho, o fogão estava aceso e as portas da cozinha estavam abertas.

Na ocasião, eles borrifaram água benta por toda a casa, porém, a atividade paranormal continuou. Em outro momento o casal encontrou bichinhos de pelúcia que ele próprio deu à esposa, sentados na sala em frente à televisão.

Segundo a história, a mulher foi a única que viu a garota. Depois de vários anos, a primeira filha do casal nasceu e os eventos paranormais cessaram.

Essa história parece estar mais próxima e ser contada pela Netflix, devido ao município e ao ano em que os eventos ocorrem, porém, teremos que esperar até o próximo dia 31 de março, quando Eu Vi for lançada na Netflix.

Confira o trailer:

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter