Conduta problemática de Itatí Cantoral teria levado ao término precoce de La Mexicana y el Güero

Felipe Brandão
Felipe Brandão
Juan Soler e Itatí Cantoral em La Mexicana y el Güero (Divulgação / Televisa)
Juan Soler e Itatí Cantoral em La Mexicana y el Güero (Divulgação / Televisa)

A Televisa encerrou nesta semana as gravações de La Mexicana y el Güero (A Mexicana e o Loiro), comédia romântica que vem sendo um completo fracasso de audiência no canal Las Estrellas. O baixo Ibope, no entanto, não teria sido o único fator a desagradar a rede mexicana com respeito à trama.

De acordo com o portal local Tribuna, as atitudes da protagonista, Itatí Cantoral, nos bastidores do folhetim teriam sido cruciais para a decisão de reduzir sua quantidade de capítulos. Teria pegado muito mal, por exemplo, o fato de a eterna Soraya de Maria do Bairro (1995) ter feito questão de passar várias semanas ausente dos sets enquanto superava o luto pela morte de sua mãe, a atriz argentina Itatí Zucchi, falecida em agosto.

Como se não bastasse os atrasos derivados desse episódio, o cronograma do folhetim se prejudicou ainda mais quando Cantoral testou positivo para a covid 19. Mais uma vez, as gravações tiveram de ser paralisadas por conta da protagonista, o que teria causado mal estar entre ela e a Televisa.

As filmagens de La Mexicana y el Güero tiveram início em julho, estendendo-se por pouco mais de quatro meses – período bastante curto para a produção de um folhetim no México. A novela estreou no final de setembro, mas, devido ao fraquíssimo desempenho em audiência, acabou remanejada da faixa das 20h30 para as 18h30.

Nesta produção de Nicandro Díaz (Carinha de AnjoA Dona) – uma adaptação da novela chilena Cómplices (2006) -, Itatí Cantoral deu vida a Andrea, uma golpista profissional que reúne pessoas endividadas para se passar pela família biológica de Tyler Somers (Juan Soler), milionário estrangeiro que chega ao México em busca de suas origens. Acaba, porém, apaixonada por sua vítima.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter