Criador de La Casa de Papel lança Lali Espósito como prostituta na Netflix

Cadu Safner
Cadu Safner
Sky Rojo tem Lali Espósito como protagonista (Divulgação)
Sky Rojo tem Lali Espósito como protagonista (Divulgação)

A Netflix divulgou na tarde desta terça-feira, dia 19, uma pequena prévia de Sky Rojo, nova série estrelada pela popular atriz e cantora argentina Lali Espósito, que ganhou notoriedade na novela teen Quase Anjos.

A obra é dos criadores de La Casa de Papel e Vis a Vis, Álex Pina e Esther Martínez Lobato, e tem estreia agendada para o dia 19 de março na plataforma de streaming.

Para tal, o enredo da trama desconstrói Lali da imagem de jovem meiga que a persegue até hoje devido aos inúmeros trabalhos voltados para o público teen.

Lali Espósito em cena de Sky Rojo (Divulgação)
Lali Espósito em cena de Sky Rojo (Divulgação)

Sky Rojo tem duas temporadas garantidas com oito episódios de 25 minutos. A história é centrada em três prostitutas que fogem após se revoltarem contra seu cafetão, deixando-o gravemente ferido.

Além de Lali, a cubana Yany Prado e a colombiana Verónica Sánchez formam o trio de protagonistas.

Yani Prado e Lali em cena de Sky Rojo (Divulgação)
Yany Prado e Lali em cena de Sky Rojo (Divulgação)

Elas precisam lutar contra o tempo para conseguir uma alternativa em meio à fuga, sem chances de pedir ajuda à polícia e correndo o risco de lidar com as represálias da máfia.

Depois de um tempo, as mulheres percebem que fugir para sempre não é uma opção, o que deve leva-las a um caminho tortuoso de ataques em uma guerra pessoal.

A produção leva a assinatura de Eduardo Chapero-Jackson e Javier Quintas na direção, e também tem em seu elenco nomes como Asier Etxeandía, Miguel Ángel Silvestre e Enric Auquer.

Sky Rojo estreia dia 19 de março (Divulgação)
Sky Rojo estreia dia 19 de março (Divulgação)

A série faz parte de um acordo global exclusivo da Netflix com Álex Pina assinado em 2018, menos de um mês depois que a gigante do streaming dos EUA anunciou um acordo geral semelhante, o primeiro na Europa, com Jantse Friese e Baran bo Obdar, criadores do hit Dark.

Ao anunciar o acordo, Erik Barmack, vice-presidente de originais internacionais da Netflix, disse estar certo de que Pina continuaria a cruzar fronteiras com uma “visão única” e “narrativa alcançando o público-alvo”.

Estamos vivendo um momento em que as séries estão se tornando um dos movimentos culturais mais relevantes de todos os tempos”, acrescentou Pina à época.

Confira o trailer:

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter