Um crime, uma morte e um mistério: primeiras impressões de Tozluyaka

Jonathas Lopes
Jonathas Lopes
Tozluyaka, novo drama juvenil da Fox na Turquia (Foto: Divulgação/Fox Turquia)

Após apostar em comédias românticas no verão, a emissora Fox na Turquia resolveu colocar no ar um drama juvenil. Assim, estreou no dia 27 de junho Tozluyaka, uma produção a cargo da NTC Medya. Dessa forma, a produtora volta ao gênero teen após o sucesso de Kırgın Çiçekler (2015-2018).

Por outro lado, o elenco dessa novela conta com grandes estrelas do país otomano. Nesse sentido, no núcleo adulto destacam-se os nomes de Emre Kınay, Dolunay Soysert e Tayanç Ayaydın (Uma Vida Nova). Já no núcleo jovem, temos Kaan Mirac, Ecem Çalhan, Ulvi Kahyaoğlu, Can Bartu, Serra Pirinç, além da participação de Çağla Şimşek (Elif).

De quê se trata?

A história acompanha dois grupos de jovens. No entanto, ambos possuem realidades e vidas completamente diferentes. Assim, ricos e pobres, mocinhos e vilões, lados opostos que terão suas vidas conectadas por um grande mistério.

O que aconteceu na estreia?

Ali (Kaan Mirac), Zeyno (Serra Pirinç), Sinan (Can Bartu) e Vefa (Durukan Çelikkaya) são grandes amigos. Todos vivem em um bairro chamado Tozluyaka e compartilham seus sonhos e medos. Todavia, há algo que os diferencia: Vefa estuda numa escola para ricos onde seus amigos jamais poderiam entrar dado suas condições financeiras.

Assim sendo, Vefa gosta de Hazal (Çağla Şimşek), uma garota rica e arrogante, que finge ser amiga de Cemre (Ecem Çalhan). Porém, sua intenção é muito clara, pois ela quer passar a perna na amiga e ficar com o namorado dela, Berk (Ulvi Kahyaoğlu).

Por outro lado, Berk também não é alguém disposto a levar nada a sério. Ou seja, é apenas um garoto babaca que aproveita todas as oportunidades para humilhar a namorada.

Por certo, Cemre também não gosta de Berk. Nesse sentido, ela acaba fazendo aquilo que sua mãe quer pra ela e namorar o filho do dono da escola é um bom passo. Ainda assim, todos conseguem conviver sob um véu que cobre suas reais intenções.

O grande conflito

Após conhecermos um pouco dos personagens, ao fim do dia acontece uma grande festa que marca o fim das férias de verão. Isto é, as aulas estão prestes a começar. No entanto, durante o show, Vefa acaba caindo numa armadilha e é jogado de cima de um prédio, o que leva a sua morte imediata.

Diante desse assassinato, os amigos de Vefa tentam provar que não foi suicídio, porém se deparam com uma surpresa: Vefa foi espancado momentos antes da queda. Além disso, também precisam lidar com a acusação que o amigo tentou abusar de Hazal.

Porém tudo não passa de uma mentira liderada por Berk e seu grupo de amigos. Ademais, Kenan (Emre Kınay), pai dele e dono da escola, também age com negligência a fim de não causar nenhum escândalo. Diante disso, o empresário decide abrir vagas para bolsistas – como um forma de homenagear Vefa.

Mais tarde, Ali recebe um envelope com todas as respostas do exame para bolsas da escola onde Vefa estudava. Além disso, dentro há um bilhete afirmando que seu amigo foi assassinado. Dessa forma, Ali, Zeyno e Sinan decidem usar as respostas para passar no teste, entrar na escola e descobrir o que realmente aconteceu naquela noite.

Vale a pena?

Tozluyaka se apoia em premissas de outras séries juvenis como Elite da Netflix e Pretty Little Liars da Freeform. Ainda assim, a trama consegue prender a atenção a partir do momento que joga o conflito central na tela.

Nesse caso, o roteiro assinado por Yekta Torun é coeso e faz uma boa apresentação. Em primeiro lugar conhecemos os personagens, a seguir o conflito, e por fim, a consequência. Poderia ser uma receita pronta se muitos escritores não ficassem presos em cenas longas e desnecessárias em vez de apresentar sua história. Felizmente, aqui temos algo bem elaborado e que consegue um bom resultado.

Ademais, nesse primeiro episódio já ficou claro que o núcleo jovem não será o único grande trunfo da história. Assim, os adultos também devem ter um destaque nos próximos capítulos e virão acompanhados de boas reviravoltas (eu espero!).

Um show juvenil com atmosfera juvenil

É muito legal quando um produto assume o que realmente é. De fato, escrevo isso porque as comédias românticas produzidas na Turquia são tramas juvenis disfarçadas de adultas. Nesse caso, os enredos bobos e forçados (na maioria das vezes) provam bem isso.

Partindo dessa ideia, em Tozluyaka tudo é muito claro. Sendo assim, desde a trilha sonora, até o uso de arquétipos nos personagens, conduzem essa história a ser um bom drama juvenil.

Por certo, também destaca-se a direção de Semih Bağcı (Son Yaz). Mais uma vez o diretor mostra um domínio para contar histórias, seja uma trama policial, ou um conflito ambientado numa escola de ensino médio.

Atuações

De fato, o debute dessa produção também trouxe grandes apresentações artísticas. Assim, no geral, as atuações estão muito boas. Porém, vale destacar a forte presença em cena de Kaan Mirac como Ali, Özgür Foster como Berk e Çağla Şimşek como Hazal.

Ademais, os nomes adultos também estão ótimos. Dito isso, é muito legal ver nomes importantes do cinema turco como Dolunay Soysert fazendo um papel de liderança. Além disso, Emre Kınay está muito bem na pele do vilão Kenan. Já Tayanç Ayaydın parece ser um bom moço após encarnar o detestável Timur em Uma Vida Nova.

Palavra final: Dramática, juvenil e misteriosa, Tozluyaka é uma produção que bebe do thriller e acerta no estilo, além de cativar com um bom início.

Nota: 9,0/10,0

Jonathas Lopes

Jonathas Lopes

Amante de teledramaturgia e cinema. Crítico de televisão nas horas vagas, e apaixonado pelo universo Star Wars.

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter