Danna Paola foi drogada por vários homens enquanto gravava Elite: “Fui parar no hospital”

Cadu Safner
Cadu Safner
Danna Paola em cena de Elite (Reprodução: Netflix)
Danna Paola em cena de Elite (Reprodução: Netflix)

Danna Paola relatou uma dolorosa experiência pela qual passou enquanto morava em Madrid, para as gravações da série Elite, da Netflix. Com o intuito de conscientizar homens e mulheres dos perigos que desconhecidos podem representar em determinados ambientes como bares e baladas, a artista mexicana confessou que chegou a ser drogada por vários homens e terminou na cama de um hospital.

Não me lembro o que aconteceu no local, como cheguei em casa e como fui parar no hospital”, disse a atriz, que chegou a ficar em depressão por causa do ocorrido. A revelação foi feita durante uma entrevista concedida para o canal do influenciador Yordi Rosado, no YouTube.

Naquela noite, Danna saiu para jantar com um amigo do México que a visitou em Madrid. No restaurante eles conheceram três homens latinos, com quem começaram uma conversa, mas sem que a cantora percebesse, eles a drogaram e tentaram abusar dela quando seu amigo saiu para ir ao banheiro.

De repente um dos homens me disse: ‘Esse copo era seu, não era?“, E comecei a conversar com ele e imediatamente comecei a me sentir mal, comecei a ficar tonta, comecei a ficar com sono e eu falei que tinha que ir, e esses caras começaram a querer contornar a situação”, disse.

Felizmente, a intérprete de Mala Fama conseguiu chegar em casa com a ajuda de seu amigo, mas logo depois foi internada no hospital, embora tenha relatado que não houve nenhuma complicação maior.

É algo que sua mãe sempre diz para você não fazer e que você sempre faz: ‘não aceite nada de estranhos, não deixe ninguém pegar seu copo, não pegue estranhos em lugar nenhum’. Vamos estar cientes de que não importa quão fortes e independentes somos, não sabemos as intenções dos outros“, alertou ela.

Ainda no programa, Danna, que se projetou em novelas como María Belém, Poucas, Poucas Pulgas, Carrossel 2 e Amy, a menina da mochila azul e Patinho Feio, também contou como foi difícil para ela chegar onde está e que embora se lembre de ter uma infância feliz, ela diz que passou por vários momentos difíceis em que foi vítima de bullying na escola.

A atriz também expressou o quanto as críticas a seu corpo a machucaram depois que uma empresa de produtos para cabelo a chamou de “gorda” após a filmagem de um comercial, e esse é um dos motivos que a inspiraram a escrever sua música Me, Myself.

Começaram a criar em mim uma insegurança que eu não tinha, era essa rejeição constante de mim mesmo, eu tinha zero de autoestima e minha prioridade era ficar bem, não atuar mais, cantar”, confessou.

A cantora também expressou suas experiências em termos de seus relacionamentos românticos e que atualmente se sente pronta para amar.

Estou com o coração cheio, estou feliz, estou em um momento muito ‘chingón’ (algo extremamente bom) da minha vida e tudo que vivi me fez entender o que quero hoje com uma pessoa em um relacionamento sem perder a palavra“, disse.

Assista a entrevista completa com Danna Paola:

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter