Whatsapp x

Fale com Agente :)

11983495309

Enviar
email x
[email protected]
Causa da morte de Sean Connery é finalmente revelada
Siga-nos

Publicados

em

Um mês após a perda de um dos maiores nomes do cinema internacional, o ator Sean Connery, veio a público a verdadeira causa mortis do intérprete escocês. Ele faleceu no último dia 31 de outubro, aos 90 anos de idade, em sua residência na cidade de Nassau, localizada nas Bahamas.

De acordo com o portal TMZ, a certidão de óbito de Connery atribui seu falecimento a um quadro de insuficiência respiratória, ocasionado por pneumonia, fibrilação atrial e agravado pela velhice. O mesmo documento aponta batimento cardíaco irregular como outro dos fatores que contribuíram para o quadro do ator naquele momento.

Os dados contidos no atestado de óbito de Sean corroboram as informações dadas na ocasião de sua morte pela esposa do artista, Micheline Roquebrune, a qual afirmou que ele morreu pacificamente durante o sono. A viúva, que foi casada por 45 anos com o eterno James Bond, também revelou que o marido sofrera de demência sinal nos últimos anos de sua vida.

Sean Connery estrelou, entre as década de 1960 e 1980, alguns dos títulos mais famosos da franquia 007, como 007 contra Goldfinger (1964), 007: Os Diamantes São Eternos (1971) e 007: Nunca Mais Outra Vez (1983). Ele também foi destaque em incontáveis títulos hollywoodianos, como O Homem Que Queria Ser Rei (1975), O Nome da Rosa (1986) e Os Intocáveis (1987).

O prestígio de Connery transcendeu o mundo das artes quando, em 2000, ele foi condecorado pela rainha Elizabeth II, imperatriz da Inglaterra, com o título de Sir. Seu último trabalho nas telonas foi o longa metragem A Liga Extraordinária (2003), cujo fracasso comercial e de crítica teria motivado seu afastamento do cinema.

Comentários

OUÇA O NOSSO PROGRAMA

Postagens Recentes