Ex-atriz infantil da Televisa choca fãs ao se declarar feminista e pró-aborto

Felipe Brandão
Felipe Brandão
A atriz Natasha Dupeyrón (Reprodução)
A atriz Natasha Dupeyrón (Reprodução)

A atriz mexicana Natasha Dupeyrón protagonizou uma polêmica nos últimos dias nas redes sociais. Feminista declarada, a jovem de 29 anos publicou na última segunda (1º), em seu perfil pessoal no Instagram, uma imagem na qual manifesta seu apoio à Campanha Nacional pelo Direito ao Aborto Legal, Seguro e Gratuito, que tem ganhado muitos adeptos e adeptas pelo México.

“Por todas as manas. Porque creio fielmente que o feminismo e a empatia vai salvar a todxs nós. O feminismo que vai vencer! Por minhas irmãs. Pela sororidade. Pelo direito a decidir. Nem uma a menos. Nem uma a mais. Porque será lei!”, escreveu na legenda da publicação, em que posa com o pano verde que é o símbolo do movimento.

Com mais de 94 mil likes, o post de Natasha chegou a ganhar apoio de alguns famosos – entre eles, a atriz Daniela Luján. Entre os seguidores da filha de Humberto Dupeyrón, sua postura política dividiu opiniões.

“É incrível ver um dos meus ídolos de infância lutando e gritando pelos mesmos ideais em que eu acredito”, declarou uma fã. “Que triste você ser seguidora desse movimento”, criticou outra. “Assassinar nunca poderá ser um direito!”, detonou ainda um terceiro, mais incisivo.

Natasha Dupeyrón ganhou relativa fama no Brasil ao protagonizar a novela infantil Poucas, Poucas Pulgas (2003), na pele de Alexandra Lastra, uma menina rica e ignorada pelos pais. No mesmo ano, foi destaque como a sofrida Natália em A Outra (2002). Mais recentemente, foi protagonista de Miss XV (2012), novela teen da Nickelodeon, e viveu a militante Frida na comédia Que Pobres Tão Ricos (2014), exibida pelo SBT.

https://www.instagram.com/p/CL4eXa-gEVd/

 

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter