‘Fabricante de putas’ em Sky Rojo, ator viverá padre polêmico na 1ª série exclusiva da Paramount Plus

Cadu Safner
Cadu Safner
Miguel Ángel Silvestre e Verónica Sánchez em cena de Sky Rojo (Reprodução: Netflix)
Miguel Ángel Silvestre e Verónica Sánchez em cena de Sky Rojo (Reprodução: Netflix)

Em 19 de março, a Netflix sacudiu seus assinantes com a estreia de Sky Rojo, série espanhola de Álex Pina, o mesmo criador de La Casa de Papel, que apresentou a popular popstar argentina Lali Espósito e o espanhol Miguel Silvestre Angel (Narcos, Sense8 e Sin Tetas no Hay Paraíso) como destaques da produção.

Este último interpretou Moisés. O personagem é a mão direita de Romeo, um cafetão que tem cerca de vinte mulheres sequestradas em um bordel em Tenerife, na Espanha. Moisés ajuda a sequestrar essas meninas em diversos países para levá-las ao bordel de Romeu.

Ao longo da história, Moisés foi revelando aos poucos o seu passado, onde os maus-tratos do pai foram ganhando força, a ponto de assassiná-lo para que ele não batesse novamente no pai.

O ótimo desempenho de Miguel Ángel Silvestre nlhe rendeu uma enorme popularidade, abrindo portas para outras produções como Los Enviados, que estreia brevemente na Paramount Plus.

E é justamente sobre esta nova produção que levou o ator de Sky Rojo a ser entrevistado pela GQ México em um vídeo que já está disponível no YouTube:

Saiba tudo sobre Los Enviados

Los Enviados é uma série de suspense e ação estrelada por Luis Gerardo Méndez (Club de los Cuervos) e Miguel Ángel Silvestre. A produção gira em torno de dois padres, que terão a missão de viajar da Cidade do Vaticano ao México.

Este é o primeiro título exclusivo da Paramount Plus e está sob o guarda-chuva do diretor argentino e vencedor do Oscar, Juan José Campanella

A ViacomCBS International Studios (VIS) já informou que o diretor iniciou a produção de Los Enviados, no México. Segundo Campanella, trata-se de um thriller de ação sobre dois padres da Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano em busca de suas almas. 

Esses padres chegam ao México como enviados do Vaticano para verificar a suposta cura milagrosa de outro sacerdote desaparecido.

Ao descobrirem uma comunidade psiquiátrica na periferia da cidade, que parece esconder mais de um segredo sobre os milagres e o desaparecimento desse padre, suas vidas e sua fé serão levadas ao limite.

Na série, Campanella vai misturar gêneros, como em muitas de suas obras. A este respeito, o realizador disse que vai misturar “suspense e outros géneros, incluindo thriller, mistério e comédia. Com histórias humanas e os dilemas que os padres sofrem com respeito a si mesmos, à sociedade e à fé.”

A ideia, acrescentou Campanella, é fazer uma franquia da série, com cada temporada ocorrendo em um país diferente. Os Enviados também se aprofundarão nas cores locais

O diretor disse que “as emoções e os relacionamentos humanos são universais, são iguais. O que é diferente é a cor local. É lindo unir a cor local, como é a cidade, o que se come, com uma emoção universal.”

As produções latino-americanas não têm muito orçamento. Mas Los Enviados vai ter um orçamento muito bom, segundo o diretor. A série chegará à América Latina em 2021 e poderá ser vista na Paramount Plus.

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter