Fernando Carrillo revela bastidores com Fernando Colunga na Televisa em disputa por status de maior galã

Cadu Safner
Cadu Safner
Fernando Carrillo revelou em entrevista ao Solta La Suepa que viveu tempos difíceis com Fernando Colunga nos bastidores da Televisa (Reprodução: Televisa S.A)
Fernando Carrillo revelou em entrevista ao Solta La Suepa que viveu tempos difíceis com Fernando Colunga nos bastidores da Televisa (Reprodução: Televisa S.A)

O ator Fernando Carrillo, conhecido mundialmente após despontar em novelas como María Isabel (1997) e Rosalinda (1999), resolveu falar abertamente no programa Suelta la Sopa sobre uma suposta briga e rivalidade com o ator Fernando Colunga por conta de Thalía e status na emissora.

A confusão surgiu após uma visita a Thalía na Televisa. “Eu acho que tudo começou com uma visita que fiz à Televisa antes de entrar na emissora, há muitos anos. Acho que Fernando Colunga era namorado dela na época, se não me engano“, lembrou o ator venezuelano.

Carrillo teria sido levado ao camarim de Thalía para que eles se conhecessem. Era no auge da estrela mexicana com a trilogia das Marias. “Eu acho que Colunga foi precipitado. Quando voltei para a Televisa um ano ou oito meses depois, havia uma onda ruim, coisa de criança, certo?“, acrescentou ele, se referindo a resistência de Fernando Colunga em aceitar a presença de um novo protagonista de sucesso na emissora.

Fernando Carrillo e Thalía (Divulgação)
Fernando Carrillo e Thalía (Divulgação)

Mas nunca houve diferenças entre nós. Nós vimos algumas vezes nos corredores, nos cumprimentávamos“, disse Carrillo, que também comentou as recentes fotografias que Colunga publicou em um evento do Festival de Cannes, onde posou ao lado do ator Sylvester Stallone.

É bom porque é um ótimo momento para todos os latinos chegarem ao difícil mundo de Hollywood“, disse ele, revelando que há um projeto de filme que ele gostaria de fazer com Fernando Colunga. “Espero que ele aceite.”

Anos 90

Na década de 90, Fernando Colunga se impôs como galã da Televisa, porque se apresentava ao lado de Thalía em María Mercedes (1992), Marimar (1994) e María do Bairro (1996), além de também estrelar outras produções como Esmeralda (1997), A Usurpadora (1998) e Abráça-Me Muito Forte (2000).

Naquela época, o ator venezuelano Fernando Carrillo gozava de reconhecimento internacional por seu trabalho em novelas como Abigail (1988) e Pasionaria (1990). A Televisa o contratou para estrelar em María Isabel, ao lado de Adela Noriega, e no ano seguinte ele recebeu o papel em Rosalinda.

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter