Fora da TV, ator de Teresa e Betty em Nova York vira youtuber

Felipe Brandão
Felipe Brandão
O ator mexicano Aarón Díaz (Divulgação)
O ator mexicano Aarón Díaz (Divulgação)

Com o mercado de dramaturgia fortemente impactado pela pandemia do coronavírus em todo o mundo, o ator mexicano Aarón Díaz está buscando novos rumos para sua carreira audiovisual.

Ele é o responsável por produzir e apresentar Reconexión México, série documental que está em exibição desde dezembro do ano passado pelo site YouTube.

Até agora, já foram exibidos 26 episódios da atração, que destaca as belezas naturais de diversas regiões mexicanas, como San Miguel de Allende, Guanajuato, Querétaro, Nayarit, Puerto Vallarta e Sierra de Chihuahua.

Desenvolver esse projeto em plena pandemia foi um desafio – e ao mesmo tempo um bálsamo – para Díaz e sua equipe de produção, formada por apenas nove colaboradores.

“Cansei de ouvir que deveria ficar em casa. Me parece correto, mas acredito que a mensagem real é aprender a viver essa nova realidade com precauções. Ninguém da minha equipe ficou doente, estamos sendo muito cuidadosos”, explicou o ator de 39 anos, em depoimento à revista People en Español.

“Precisava fazer isso. É um sonho feito realidade. Todos precisamos de luz, de ar puro. É algo terrível o que está acontecendo, mas é preciso buscar o lado bom”, defendeu Díaz. A ideia do programa web obrigou o artista a deixar Miami, onde viveu nos últimos anos, para voltar a seu país natal ao lado de sua esposa, Lola Ponce, e das filhas do casal, Erin e Regina.

Aarón Díaz ganhou notoriedade no Brasil através da novela Teresa (2010), onde deu vida ao mecânico Mariano, que disputava a personagem principal com Artur (Sebastián Rulli). Mais recentemente, ele foi visto na novela Betty em Nova York, agora na pele do vilão Ricardo Calderon.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter