Furacão ‘Ida’ causa estragos e inunda mansão de Thalía: “Angústia”

Cadu Safner
Cadu Safner
Thalía relata inundação em sua casa (Reprodução: Instagram)
Thalía relata inundação em sua casa (Reprodução: Instagram)

O furacão Ida, que atingiu o sul dos Estados Unidos, também causou estragos na mansão de Thalía, que através de stories publicados no Instagram, expressou angústia com a situação. A tempestade tropical inundou o local e danificou dezenas de móveis.

“Oh meu Deus, pessoal! Minha casa foi inundada, está inundando, disse Thalía enquanto mostrava o chão acarpetado de sua casa, tomado pela água. “Minha casa, minha casa, como assim?” continuou ela.

“Eu juro que me faz rir de tanta angústia. Eu não acredito. Passei uma noite intensa, meu Deus. Vocês não sabem como está a fonte de água. Não tem o que fazer, segue caindo um diluvio lá fora, agora é só esperar”, disse a estrela mexicana aos seguidores.

A tempestade Ida causou inundações em vários estados, bloqueou estradas e interrompeu o metrô em Nova York, que teve a maior quantidade de chuva em 152 anos. Dezenas de pessoas morreram nos estados de Nova York, Nova Jersey e Pensilvânia.

A rede de televisão NBC e a agência de notícias Associated Press falam em 25 óbitos nos três estados (13 em Nova Jersey, 9 em Nova York e 3 na Pensilvânia). O jornal “The New York Times” cita ao menos 20.

Há mortos também nos estados de Maryland e Connecticut, no nordeste, e no Alabama, no Mississippi e na Louisiana, no sul. Mais de 1,1 milhão de pessoas estão sem energia elétrica em seis estados.

O Ida atingiu o sul do país como um furacão de categoria 4 no domingo (30), exatos 16 anos após o Katrina devastar a Louisiana e o Mississippi, e foi rebaixado para tempestade tropical na segunda-feira (30), mas continua causando estragos.

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter