Whatsapp x

Fale com Agente :)

11983495309

Enviar
email x
[email protected]
Grammy Latino 2020: o que você precisa saber sobre Ana Brenda Contreras, a apresentadora do evento
Siga-nos

Publicados

em

A noite desta quinta (19) será marcada pela 21º edição do Grammy Latino 2020, que ocorrerá em Miami, Estados Unidos. Devido à pandemia, a premiação acontece de forma remota, sem direito a plateia e com diversas das apresentações pré-gravadas a distância. Na apresentação, a atriz Ana Brenda Contreras dividirá palco com Yalitza Aparício, do filme Roma (Netflix/2019). Carlos Rivera, escalado para formar o trio, deixou a condução após um caso de coronavírus em sua equipe.

Ana Brenda, considerada a Thalía das novelas atuais, se destaca em mais um grande trabalho desde a sua saída da rede mexicana Televisa, em 2019. Após uma breve pausa na carreira, hoje a estrela de A Que Não Podia Amar se dedica a outros projetos como apresentadora, além da Netflix. O Estrela Latina se aprofundou na carreira da artista e traz detalhes da sua trajetória; confira:

Aos 15 anos, Ana Brenda chegou na Cidade do México com seus pais para fazer um casting na TV. Ela participou do Popstars e foi uma das vencedoras. O programa deu origem ao grupo T’detila, com outras 3 garotas. Atualmente, Ana Brenda vive na cidade de Miami na Flórida onde tem se aventurado como apresentadora no programa “Tu Cara Me Sueña“, uma versão do “Show dos Famosos” do Domingão do Faustão, voltada para o público hispânico que reside nos Estados Unidos.

Ana Brenda Contreras (Divulgação)

Ana Brenda Contreras (Divulgação)

Ana Brenda preparava listas de tudo o que queria conquistar na sua vida

Quando eu era pequena, eu tinha uma lista, como uma lista de coisas que eu queria alcançar. Aos 16 anos eu queria fazer minha primeira telenovela, aos 20 anos minha primeira estrela, aos 22 me comprar uma casa, aos 26 para casar e 28 filhos“, revelou ela a revista People em espanhol em 2014. Aparentemente as coisas não passaram tão longe dos seus desejos, não é mesmo?

Ana Brenda fez parte do grupo T’detila vencedor do Popstars no México (Foto: Reprodução)

Depois de demonstrar seu talento como cantora, a estrela queria seguir sua verdadeira paixão e estudar atuação. Ela entrou no CEA da Televisa e logo depois fez sua primeira aparição em Barrera de Amor com um papel que lhe abriu as portas para as antagonistas de Teresa e Sortilégio.

Em 2010, Ana Brenda namorou Júlio Ramírez, do grupo Reik. Em 2013, ela se casou com o ex-toureiro Alejandro Hank González. No entanto, seu relacionamento mais estável (até então) havia sido com Iván Sánchez.

Iván Sánchez e Ana Brenda se conheceram durante a gravação de Lo imperdoável. O romance começou em fevereiro de 2016. Apesar de inicialmente serem discretos, ao longo do tempo começaram abrir um pouco mais sobre vida pessoal. Chegaram a figurar entre os casais mais queridos do México.

Ana Brenda Contreras (Divulgação)

Ana Brenda Contreras (Divulgação)

Radicada no México, Contreras, na verdade, é nascida em Mc Allen, no Texas

Ana Brenda tem um irmão mais novo chamado Alberto, com quem ela se dá muito bem. Ele mora em Nova York, por isso acabam se vendo pouco. “Desde que você veio a este mundo eu nunca deixarei você ir. Sinto sua falta todos os dias e você precisa que minha vida seja feliz”, disse a atriz em entrevista no ano de 2018.

Embora afirme que é mexicana – porque foi criada em Tamaulipas, onde seus pais nasceram – Ana Brenda nasceu na cidade de Mc Allen, no Texas. No entanto, ela é muito orgulhosa do México e todo o tempo ela presume os costumes e lugares deste território que conquistou seu coração.

Ana Brenda Contreras em cena de A Que Não Podia Amar como Ana Paula (Reprodução: Televisa S.A.)

Novelas

A exemplo de outras estrelas das novelas mexicanas como Verónica Castro, Gabriela Spanic, Lucero e a própria Thalía, Ana Brenda Contreras conquistou os fãs brasileiros com seu trabalho. Coração Indomável e a já citada A que Não Podia Amar, protagonizadas por ela, já constam entre os sucessos do SBT no gênero.

Foto: Televisa

Em Sortilégio, já exibida no Brasil pelo SBT duas vezes, Ana Brenda Contreras interpretou a personagem Maura. No início ela prometeu bastante, uma vez que era a namorada inconformada com o fim do relacionamento com o mocinho Alessandro (William Levy). No entanto, Maura se revelou uma personagem sem maior importância, não se constituindo numa grande vilã que criasse obstáculos ao amor do casal central.

O original de Coração Indomável foi escrito pela jamais esquecida Inés Rodena. Três de suas versões anteriores já haviam chegado ao Brasil através do SBT. Falamos de A VingançaRosa Selvagem e, principalmente, de Marimar. Aqui, Ana Brenda Contreras viveu a protagonista Maricruz, que de pobre e ignorante se converte numa mulher elegante, rica e poderosa. Otávio (Daniel Arenas) era o par romântico da vez, numa relação tumultuada. Todavia, o amor acaba falando mais alto. A saber, a novela também já foi ao ar no Brasil em duas ocasiões.

Ana Brenda Contreras revive Maricruz de Coração Indomável (Reprodução: Instagram)

Ana Brenda Contreras revive Maricruz de Coração Indomável (Reprodução: Instagram)

A personagem-título era interpretada por Angelique Boyer, também protagonista de Abismo de Paixão, atualmente em reprise. No entanto, sua amiga Aurora, vivida por Ana Brenda Contreras, também teve bastante destaque. De bom caráter, no decorrer da história Aurora se aproxima de Mariano (Aarón Díaz), antigo noivo de Teresa.

Com efeito, isso fere o orgulho dela, já que mesmo sem querê-lo consigo desejava tê-lo à sua disposição. Vimos no Brasil pelo SBT a atriz vivendo Maricruz antes de Aurora. No entanto, no México Teresa foi produzida antes de Coração Indomável. E foi justamente a repercussão do desempenho de Ana Brenda Contreras que lhe rendeu esse papel principal na sequência.

Ana Brenda Contreras e Angelique Boyer/ Foto: Televisa/SA

Em 2015, a novela Lo Imperdonable foi produzida e exibida no México. Os telespectadores brasileiros conhecem bem sua história. Afinal, trata-se de uma nova versão do mesmo original de Caridad Bravo Adams que originou A Mentira. Anteriormente, uma versão brasileira de nome Calúnia foi produzida pela TV Tupi, em 1966, com Fernanda Montenegro e Sérgio Cardoso. Ainda, Corações Feridos (2012), escrita por Íris Abravanel, teve o mesmo argumento como base.

Ana Brenda Contreras deu vida a Verônica, a mocinha invejada pela prima Virgínia (Grettel Valdéz). Esta arma uma intriga que faz com Martim (Ivan Sánchez) pense que é Verônica a responsável pelo infortúnio de Demétrio (Pablo Monteiro), irmão de Martim, que se suicida. Na verdade, a causadora da desgraça é Virgínia.

Lo Imperdonable ainda não foi exibida no Brasil. Mas que ninguém se surpreenda caso seja, ante o sucesso de A que Não Podia Amar e as duas exibições que já tiveram aqui as outras três novelas com Ana Brenda Contreras já trazidas pela emissora de Silvio Santos.

David Zepeda e Ana Brenda Contreras em Por Amar Sin Ley (Foto: Televisa S.A.)

David Zepeda e Ana Brenda Contreras em Por Amar Sin Ley (Foto: Televisa S.A.)

Entre 2018 e 2019, o público mexicano pôde acompanhar Por Amar Sin Ley, com Ana Brenda Contreras no papel de Alejandra Ponce Ruiz, advogada especializada em direito de família. Em meio aos casos dos quais o escritório de advocacia cuida, desenrola-se o romance entre Alejandra e Ricardo Bustamante (David Zepeda), que atua na mesma área.

Mais “pesada” do que a média e nada “rosa”, ao contrário da tradição identificada por vezes até negativamente com as novelas mexicanas, Por Amar Sin Ley teve duas temporadas. Mas só deve chegar ao Brasil através do SBT se der zebra, porque não tem o perfil do que agrada ao público do canal. Não em matéria de teledramaturgia, ao menos.

OUÇA O NOSSO PROGRAMA

Postagens Recentes