Grammy Latino: Camilo é o grande vencedor da noite; confira a lista completa

Cadu Safner
Cadu Safner
Camilo é o grande vencedor da noite na cerimônia do Grammy Latino 2021 (Crédito: AP)
Camilo é o grande vencedor da noite na cerimônia do Grammy Latino 2021 (Crédito: AP)

O colombiano Camilo foi o maior vencedor da 22ª edição do Grammy Latino, levando para casa quatro prêmios em vários gêneros musicais na noite de quinta-feira (16), no entanto, não conseguiu prevalecer nas categorias gerais.

O prêmio de Música do Ano foi para o hino cubano Patria y Vida, e o Álbum do Ano foi para Rubén Blades e Roberto Delgado & Orquesta por Salswing!.

Patria y Vida, escrita por Descemer Bueno, El Funky, Gente de Zona, Yadam González, Beatriz Luengo, Maykel Osorbo e Yotuel, também ganhou o prêmio de Melhor Música Urbana. Caetano Veloso e Tom Veloso ganharam na categoria Gravação do Ano, com Talvez.

Os prêmios de Camilo

Camilo, que liderou a lista de indicados com 10 indicações, ganhou os prêmios de melhor canção pop por Vida de Rico, Melhor Parceria e Performance Urbana por Tattoo (remix), com Rauw Alejandro; Melhor Canção Tropical para Dios así lo quiso, que ele co-escreveu para Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra, e Melhor Álbum Vocal Pop para Mis Manos.

Quero dedicar este prêmio a Índigo para que, quando ela nasça, ela se sentir orgulhoso, orgulhoso ou orgulhoso de seu pai”, disse Camilo, usando uma linguagem inclusiva em referência ao bebê que está esperando com sua esposa Evaluna Montaner ao receber o último prêmio. 

Ele também agradeceu a seu país, a Colômbia, onde disse que cresceu exposto a uma grande biodiversidade que se reflete hoje em sua música.

O cobiçado prêmio de Artista Revelação foi para Juliana Velásquez. A cantora e compositora colombiana de 23 anos, que começou sua carreira ainda criança na televisão.

Em sua 22ª edição, o Grammy Latino voltou a Las Vegas com o tema “Redescobrindo a vida através da música” depois de ser realizada em Miami sem público e sem prêmios especiais no ano passado devido à pandemia.

Ganhadores do Grammy Latino 2021: 

ÁLBUM DO ANO

  • Vértigo — Pablo Alborán
  • Mis Amores — Paula Arenas
  • El Último Tour Del Mundo — Bad Bunny
  • Salswing! — Rubén Blades e Roberto Delgado & Orquesta
  • Mis Manos — Camilo
  • Nana, Tom, Vinícius — Nana Caymmi
  • Privé — Juan Luis Guerra
  • Origen — Juanes
  • Un Canto Por México, Vol. II — Natalia Lafourcade
  • El Madrileño — C. Tangana

CANÇÃO DO ANO

  • “A Tu Lado” — Paula Arenas
  • “A Veces” — Diamante Eléctrico
  • “Agua” — Tainy & J Balvin
  • “Canción Bonita” — Carlos Vives & Ricky Martin
  • “Dios Así Lo Quiso” — Ricardo Montaner & Juan Luis Guerra
  • “Hawái” — Maluma
  • “Mi Guitarra” — Javier Limón, Juan Luis Guerra & Nella
  • “Patria y Vida” — Yotuel, Gente De Zona, Descemer Bueno, Maykel Osorbo & El Funky
  • “Que Se Sepa Nuestro Amor” — Mon Laferte & Alejandro Fernández
  • “Si Hubieras Querido” — Pablo Alborán
  • “Todo De Ti” — Rauw Alejandro
  • “Vida De Rico” — Camilo

GRAVAÇÃO DO ANO

  • “Si Hubieras Querido” — Pablo Alborán
  • “Todo De Ti” — Rauw Alejandro
  • “Un Amor Eterno (Versión Balada)” – Marc Anthony
  • “A Tu Lado” — Paula Arenas
  • “Bohemio” — Andrés Calamaro & Julio Iglesias
  • “Vida de Rico” — Camilo
  • “Suéltame, Bogotá” — Diamante Eléctrico
  • “Amém” — Ricardo Montaner, Mau y Ricky, Camilo, Evaluna Mountaner
  • “Dios Así Lo Quiso” — Ricardo Montaner & Juan Luis Guerra
  • “Te Olvidaste” — C. Tangana & Omar Apollo
  • “Talvez” — Caetano Veloso & Tom Veloso

MELHOR ARTISTA REVELAÇÃO

  • Giulia Be
  • María Becerra
  • Bizarrap
  • Boza
  • Zoe Gotusso
  • Humbe
  • Rita Indiana
  • Lasso
  • Paloma Mami
  • Marco Mares
  • Juliana Velásquez

MELHOR ÁLBUM POP VOCAL

  • “Dios Los Cría” — Andrés Calamaro
  • “Mis Manos” — Camilo
  • “Munay” — Pedro Capó
  • “K.O” — Danna Paola
  • “De México” — Reik

MELHOR ÁLBUM POP VOCAL TRADICIONAL

  • “Vértigo” — Pablo Alborán
  • “Mis Amores” — Paula Arenas
  • “Privé” — Juan Luis Guerra
  • “Doce Margaritas” — Nella
  • “Atlántico a Pie” — Diego Torres

MELHOR CANÇÃO POP

  • “Adiós” — Sebastián Yatra
  • “Ahí” — Nella
  • “Canción Bonita” — Carlos Vives & Ricky Martin
  • “La Mujer” — Mon Laferte & Gloria Trevi
  • “Vida de Rico” — Camilo

MELHOR FUSÃO/INTERPRETAÇÃO URBANA

  • “El Amor es una Moda” — Alcover, Juan Magan & Don Omar
  • “Tattoo (Remix) — Rauw Alejandro & Camilo
  • “Nathy Peluso: BZRP Music Sessions, Vol. 36” — Bizarrap & Nathy Peluso
  • “Diplomatico” — Major Lazer Featuring Guaynaa
  • “Hawái (Remix) — Maluma & The Weeknd

MELHOR INTERPRETAÇÃO REGGAETON

  • “Tu Veneno” — J. Balvin
  • “La Tóxica” — Farruko
  • “Bichota” — Karol G
  • “Caramelo” — Ozuna
  • “La Curiosidad” —Jay Wheeler, DJ Nelson & Myke Towers

MELHOR CANÇÃO “URBAN”

  • “A Fuego” — Farina
  • “Agua” — Tainy & J Balvin
  • “Dákiti” — Bad Bunny & Jhay Cortez
  • “La Curiosidad” — Jay Wheeler, DJ Nelson & Myke Towers
  • “Patria Y Vida” — Yotuel, Gente De Zona, Descemer Bueno
  • Maykel Osorbo, El Funky

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA “URBAN”

  • “Goldo Funky” — Akapellah
  • “El Último Tour Del Mundo” — Bad Bunny
  • “Monarca” — Eladio Carrion
  • “ENOC” — Ozuna
  • “Lyke Mike” —Myke Towers

MELHOR CANÇÃO RAP/HIP HOP

  • “Booker T” — Bad Bunny
  • “Condenados” — Akapellah
  • “La Vendedora de Placer” — Lito MC Cassidy
  • “Sana Sana” — Nathy Peluso
  • “Snow Tha Product: BZRP Music Sessions” – Bizarrap, Snow Tha Product

MELHOR CANÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA

  • “A Cidade” — Chico Chico e João Mantuano
  • “Amores e Flores”— Melim
  • “Espera a Primavera” — Nando Reis
  • “Lágrimas de Alegria” — Maneva & Natiruts
  • “Lisboa” — Anavitória e Lenine
  • “Mulheres Não Têm que Chorar” — Ivete Sangalo & Emicida

MELHOR ÁLBUM DE POP CONTEMPORÂNEO EM LÍNGUA PORTUGUESA

  • “Cor” — Anavitória
  • “A Bolha” — Vitor Kley
  • “Duda Beat & Nando Reis” — Duda Beat e Nando Reis
  • “Será que Você Vai Acreditar?” — Fernanda Takai
  • “Chegamos Sozinhos em Casa” — Tuyo

MELHOR ÁLBUM DE ROCK OU DE MÚSICA ALTERNATIVA EM LÍNGUA PORTUGUESA

  • “Álbum Rosa” — A Cor do Som
  • “Emidoinã” — André Abujamra
  • “Oxeaxeexu” — BaianaSystem
  • “Assim Tocam Meus Tambores” — Marcelo D2
  • “Fôlego” — Scalene
  • “O Bar me Chama” — Velhas Virgens

MELHOR ÁLBUM DE SAMBA/PAGODE

  • “Rio: Só Vendo a Vista” — Martinho Da Vila
  • “Sempre Se Pode Sonhar” — Paulinho da Viola
  • “Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter no Pagode Black Tie” — Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter
  • “Samba de Verão” — Diogo Nogueira
  • “Onze (Músicas inéditas de Adoniran Barbosa)” — Vários Artistas

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA

  • “Canções D’Além Mar” — Zeca Baleiro
  • “H.O.J.E” — Delia Fischer
  • “Tempo de Viver” — Thiago Holanda
  • “Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água” — Luedji Luna
  • “Do Meu Coração Nu” — Zé Manoel

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA SERTANEJA

  • “Tempo de Romance” — Chitãozinho e Xororó
  • “Daniel em Casa” — Daniel
  • “Patroas” — Marília Mendonça, Maiara & Maraísa
  • “Conquistas” — Os Barões da Pisadinha
  • “Pra Ouvir no Fone” — Michel Teló

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA DE RAÍZES EM LÍNGUA PORTUGUESA

  • “Sambadeiras” – Luiz Caldas
  • “Do Coração” – Sara Correia
  • “Orin A Língua dos Anjos” – Orquestra Afrosinfônica
  • “Eu e Vocês” – Elba Ramalho
  • “Arraiá da Veveta” – Ivete Sangalo

MELHOR ÁLBUM DE ROCK

  • “Curso de Levitación Intensivo” — Bunbury
  • “Control” — Caramelos De Cianuro
  • “Los Mesoneros Live Desde Pangea” — Los Mesoneros
  • “Luz” — No Te Va Gustar
  • “El Pozo Brillante” — Vicentico

MELHOR CANÇÃO DE ROCK

  • “Ahora 1” — Vicentico
  • “Distintos” — De La Tierra
  • “El Sur” — Love Of Lesbian Featuring Bunbury
  • “Hice Todo Mal” — Las Ligas Menores
  • “Venganza” — No Te Va Gustar y Nicki Nicole

MELHOR ÁLBUM POP/ROCK

  • “Mira Lo que Me Hiciste Hacer” — Diamante Eléctrico
  • “Mis Grandes Éxitos” —Adan Jodorowsky & The French Kiss
  • “Origen” — Juanes
  • “V. E. H. N.” — Love Of Lesbian
  • “El Reflejo” — Rayos Laser

MELHOR CANÇÃO POP/ROCK

  • “A Veces” — Diamante Eléctrico.
  • “Cosmos (Antisistema Solar)” — Love Of Lesbian
  • “El Duelo” — Zoé
  • “Ganas” — Zoe Gotusso
  • “Hong Kong” — C. Tangana & Andrés Calamaro

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA ALTERNATIVA

  • “KICK I” — Arca
  • “Tropiplop” — Aterciopelados
  • “Cabra” — La Casa Del Sombrero
  • “Un Segundo MTV Unplugged” — Café Tacvba
  • “Calambre” — Nathy Peluso

MELHOR ÁLBUM INSTRUMENTAL

  • “Toquinho e Yamandu Costa – Bachianinha” – Toquinho e Yamandu Costa
  • “Entretiempo y Tiempo” – Omar Acosta e Sergio Menem
  • “Cristóvão Bastos e Rogério Caetano” – Cristóvão Bastos e Rogério Caetano
  • “Canto Da Praya – Ao Vivo” – Hamilton De Holanda e Mestrinho
  • “Le Petit Garage (Live)” – Ara Malikian

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter