Hercai se aproxima do fim com um grande dilema

Jonathas Lopes
Jonathas Lopes
Novela turca Hercai. (Foto: Divulgação).

Neste domingo (25/04) chega ao fim, após 3 temporadas e 69 episódios, o drama turco Hercai, que está no ar nas telas da emissora atv na Turquia desde março de 2019. O folhetim protagonizado por Akın Akınözü e Ebru Şahin se converteu em um verdadeiro fenômeno ao longo de sua exibição, porém termina com um grande dilema. Saiba qual!

Quando Hercai começou a ser exibida, o principal argumento da história era sobre um amor verdadeiro que nascia a partir da busca por vingança. Durante alguns episódios o público pode acompanhar a jornada de Miran (Akın Akınözü) e Reyyan (Ebru Şahin) para conseguirem viver sua história de amor em meio a uma vingança que atormentava suas famílias.

Cena da novela Hercai. (Foto: Reprodução/ATV).

 

Contudo, conforme a novela foi avançando, as histórias culminavam para um ponto em comum: a busca pelo perdão. O argumento inicial em torno da vingança que atropelaria a felicidade dos personagens foi cedendo espaço para uma sequência na qual diversos personagens eram perdoados por seus erros.

Seria a busca pelo perdão, em vez da vingança, o verdadeiro conceito de Hercai? É só lembrar dos primeiros episódios quando Miran partiu em busca do perdão de Reyyan, ou a maior reviravolta do drama na terceira temporada, o fato de Azize (Ayda Aksel), a grande vilã até então, abrir mão de seu desejo de vingança contra Nasuh (Macit Sonkan) e pedir perdão por todo o mal que causou, como jogar Reyyan vestida de noiva no meio de uma praça pública.

Azize desiste de sua vingança e pede perdão a todos que machucou. (Foto: Divulgação).

 

Ainda some a esta narrativa, o retorno de Mahfuz (Baris Yalçin), pai biológico de Reyyan, o qual também foi perdoado por ter abandonado Zehra (Feride Çetin) quando ela estava grávida; Gönül (Oya Unustası), que passou boa parte da trama obcecada por Miran, também buscou o perdão dos protagonistas; e o caso mais recente: Cihan (Serdar Özer), que sempre sentiu ciúmes do irmão mais velho e, entregue à inveja, cometeu alguns atos criminosos, também acabou sendo perdoado na reta final.

Füsun Aslanbey pagará finalmente por seus crimes? (Foto: Divulgação).

 

Apesar do conceito de perdão ser bem explorado, a impressão é que os vilões nunca serão realmente castigados dentro da história. Contudo, ainda há algumas pontas para serem amarradas antes do grande final. Reyyan e Miran conseguirão ser felizes? Qual será o destino da grande vilã da reta final, Füsun Aslanbey (Ayşegül Günay)? Também será perdoada por seus crimes?

Jonathas Lopes

Jonathas Lopes

Amante de teledramaturgia e cinema. Crítico de televisão nas horas vagas, e apaixonado pelo universo Star Wars.

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter