Itatí Cantoral se reúne com Thalía nos Estados Unidos para novo projeto

Cadu Safner
Cadu Safner
Thalía e Itatí Cantoral em uma foto de bastidores das gravações da novela Maria do Bairro em 1995 (Divulgação: Televisa)
Thalía e Itatí Cantoral em uma foto de bastidores das gravações da novela Maria do Bairro em 1995 (Divulgação: Televisa)

A atriz mexicana Itatí Cantoral foi ao encontro de Thalía em Nova York nos Estados Unidos para definir um novo projeto. Para quem não sabe, as duas estrelaram juntas a novela Maria do Bairro (1995), da Televisa. Cantoral deu vida a icônica vilã Soraya Montenegro enquanto Thalía viveu a sofrida mocinha, Maria.

De acordo com o programa Hoy, Itatí Cantoral quer que Thalía volte a interpretar a personagem consagrada neste projeto misterioso, porém, o objetivo maior é tentar convencer Thalía a voltar para a teledramaturgia.

Não existe informação sobre a aceitação ou não de Thalía com a novidade, mas isso bastou para que os fãs ficassem enlouquecidos. Por outro lado, ao que dizem Thalía já aguardava por este convite que, na verdade, partiu da própria emissora.

Fábrica de Sueños

Patricio Wills (Presidente e Diretor de Conteúdo da Televisa) tem interesse em ter Thalía em alguma produção do Fábrica de Sueños, criado por ele mesmo. Ele então teria enviado a atriz junto com poderoso executivos para tal negociação.

A Televisa quer reviver sucessos do passado e anunciou em 2018 o remake de 12 títulos de sucesso de sua dramaturgia em formato de série em 25 episódios, entre eles Os Ricos Também Choram, Rubí, A Madrasta, A Usurpadora e Cuña de Lobos.

Vale lembrar que Os Ricos Também Choram é a primeira versão de Maria do Bairro, estrelada por Verônica Castro e Rogelio Guerra em 1979, produzida originalmente por Valentim Pimstein. Poderia ser uma das possibilidades, é aguardar!

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter