Lembra dele? Galã das novelas mexicanas abandona a carreira e vira religioso

Cadu Safner
Cadu Safner
Valentino Lanús abandona a carreira e vira guia espiritual (Reprodução/Montagem Estrela Latina)
Valentino Lanús abandona a carreira e vira guia espiritual (Reprodução/Montagem Estrela Latina)

O ator mexicano Valentino Lanús, um dos mais cobiçados de sua época, deixou a atuação de lado há cinco anos e foi morar na selva, onde iniciou um caminho religioso que transformou completamente sua vida. Hoje ele é um guia espiritual e pai de uma menina.

Nos últimos anos, a vida do ex-galã de novelas de sucesso como Primeiro Amor – a mil por Hora, As Tontas Não Vão ao Céu e A Vida é um Jogo, deu um giro de 180 graus e ele não quer mais saber dos holofotes nem das capas de revistas.

Para Lanús, a vida nos tapetes vermelhos, o glamour e a fama já não tinham mais lugar no seu tempo. Ele se preparou conscienciosamente para se tornar o guia espiritual que é hoje.

Valentino Lanús abandonou a carreira de ator e virou guia espiritual (Reprodução: Caras México)
Valentino Lanús abandonou a carreira de ator e virou guia espiritual (Reprodução: Caras México)

Em recente entrevista à revista Caras México, Valentino Lanús revelou que “as pesquisas nas práticas de ioga e suas variantes, assim como o estudo de antigos textos sagrados, encheram a sua vida e a da sua família de magia e sabedoria”.

Além de desenvolver seu lado espiritual, Lanús também pratica artes marciais. Aos 45 anos, ele tem dado prioridade à família, e principalmente à filha, que mudou completamente seu mundo.

O visual de Lanús também é outro. Agora ela ostenta cabelos compridos e usa roupas largas e confortáveis, de acordo com seu novo estilo de vida. Valentino também está nas redes sociais, de onde compartilha – embora não com muita frequência – imagens de sua nova vida.

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter