Mayrín Villanueva recorda bastidores da novela Meu Coração é Teu: “Chorei no camarim”

Felipe Brandão
Felipe Brandão
A atriz mexicana Mayrín Villanueva (Divulgação / Televisa)
A atriz mexicana Mayrín Villanueva (Divulgação / Televisa)

Sempre atenta ao carinho dos fãs, a atriz mexicana Mayrín Villanueva realizou, na última quinta-feira (25), uma live de interação com seus seguidores na plataforma YouTube. Durante o bate-papo, a estrela de 50 anos recordou um dos maiores sucessos recentes de sua carreira na telinha: a comédia romântica Meu Coração é Teu (Mi Corazón es Tuyo).

Ela chegou a relatar, inclusive, um ‘momento’ sofrido que vivenciou nos bastidores do folhetim, onde deu vida à vilã Isabela. “Uma vez estava gravando com as crianças, que começaram a atirar em mim com água. Eu saio correndo – de fato, essa cena foi ao ar normalmente na novela – mas eu escorreguei de verdade!”, revelou.

“Me perguntaram: ‘você está bem?’ Eu não queria admitir que estava doendo, falei que não, mas fui correndo chorar no camarim. Queriam chamar um médico, mas eu insistia: ‘não, não, me sinto ótima’. Mas, no camarim, comecei a chorar de tanta dor. Me machuquei feio”, admitiu a esposa do também ator Eduardo Santamarina.

Mayrín Villanueva é conhecida no Brasil pela participação em várias novelas da Televisa. Entre os maiores destaques de seu currículo por aqui, estão a sensual vilã Georgina, da versão mexicana de Amigas e Rivais (2001), e a doce e romântica Diana, uma das protagonistas de Menina Amada Minha (2003).

O último trabalho da atriz na telinha, até aqui, foi o remake da novela Rubi, que a Televisa produziu e exibiu no início deste ano. Mayrín interpretou o papel de Refugio, mãe da protagonista, que na versão original de 2004 foi vivido por Ana Martín. A nova versão, aliás, está disponível no serviço de streaming Opto.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter