Morre Lucía Guilmáin, atriz das novelas Amigos Para Sempre e Um Refúgio Para o Amor

Felipe Brandão
Felipe Brandão
A atriz Lucía Guilmáin (Reprodução / Twitter)
A atriz Lucía Guilmáin (Reprodução / Twitter)

O México está de luto com a perda da atriz Lucía Guilmáin. O humorista e produtor de TV Jorge Ortiz de Pinedo, sobrinho da artista, confirmou na noite desta segunda-feira (15) o falecimento da tia famosa, por meio de suas redes sociais.

“Lamento informar que hoje, às 2h30 da tarde, estando em companhia de seu filho Raúl, de sua nora e de seus netos, deixou de existir Lucía Guilmáin. Desejo à família uma pronta resignação. Meus mais sinceros pêsames. Descanse em paz, Lucía”, escreveu ele, em seu perfil pessoal no Twitter. As causa da morte da atriz, de 83 anos, não foram reveladas.

Lucía Guilmáin era parte de uma longa linhagem de artistas, que inclui também seu irmão – o ator Juan Ferrara, que viveu Franco Colucci em Rebelde (2004-2006) – e sua própria mãe, a recordada atriz Ofelia Guilmáin (1921-2005), conhecida no Brasil por novelas como A Outra (2002) e A Alma Não Tem Cor (1997).

Nascida Lucía Gutiérrez Puerta, ela estava longe da telinha desde 2016, quando fizera uma participação especial na elogiada novela El Hotel de los Secretos. De lá para cá, dedicou-se maciçamente ao teatro, tendo chegado ser premiada, no ano passado, como Melhor Atriz em Obra Dramática por sua atuação na peça La Casa de Bernarda Alba.

No Brasil, seu papel mais famoso foi a intransigente professora Vitória, que infernizava a vida dos pequenos Ana (Belinda) e Pedro (Martín Ricca) na novela infantil Amigos Para Sempre (2000). A atriz, no entanto, também foi vista por aqui em folhetins como Amor de Bairro (2015) e Um Refúgio Para o Amor (2012), transmitidos em português pelo canal TLN, do streaming Guigo TV.

 

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter