Mudinha, de Coração Indomável, surpreende ao viver prostituta em nova novela

Felipe Brandão
Felipe Brandão
Gaby Mellado como Mudinha em Coração Indomável (Divulgação/SBT)
Gaby Mellado como Mudinha em Coração Indomável (Divulgação/SBT)

Poucas personagens representam tanto a inocência em Coração Indomável como a doce Mudinha, irmã mais nova da heroína Maricruz (Ana Brenda Contreras). Pudera: além de ser surda-muda de nascença, a jovem foi criada como um animalzinho selvagem pelo finado avô, Ramiro (Ignacio López Tarso), e só se deu das más intenções do bisonho Eusébio (Carlos Cámara Jr.) consigo ao ser estuprada por ele.

Exatamente por conta de tudo isso, muitos fãs da trama de 2013 se surpreenderam ao ver Gaby Mellado, intérprete de Mudinha, ressurgir na pele de uma sensual prostituta em La Desalmada, atual sucesso da Televisa.

Sua nova personagem, Clara Ochoa, é o completo oposto do papel em Coração Indomável: insinuante, debochada, altiva, além de um pouco amargurada pela sorte que o destino lhe reservou.

Gaby Mellado como Clara em La Desalmada (Reprodução / Televisa)

Não que papéis mais, digamos, ‘apimentados’ sejam novidade na carreira de Mellado. Em 2017, ela interpretou Adriana, uma delinquente juvenil bastante insinuante na novela El Vuelo de la Victoria – da mesma produtora de Coração Indomável, Nathalie Lartilleux. Mesmo assim, não deixa de chamar a atenção o contraste entre sua personagem mais marcante e o trabalho atual.

“Para mim, um ator tem muitíssimo trabalho e tarefa antes de pisar no estúdio ou no palco. Adoro a parte de preparação e de pesquisa [para o papel]. Uma vez que estou no set, deixo que o trabalho realizado “faça a sua parte”. Me concentro em estar presente e escutar”, explicou Gaby, em entrevista recente.

Gaby Mellado como Clara em La Desalmada (Reprodução / Televisa)
Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter