“Na vida real, também era filha dele”, diz intérprete de Chiquinha sobre Ramón Valdés

Felipe Brandão
Felipe Brandão
Seu Madruga (Ramón Valdés, à esquerda) e Chiquinha (María Antonieta de las Nieves, à direita) no seriado Chaves (Reprodução / Televisa)
Seu Madruga (Ramón Valdés, à esquerda) e Chiquinha (María Antonieta de las Nieves, à direita) no seriado Chaves (Reprodução / Televisa)

Mesmo após tantos anos de ter deixado de ser produzida, o seriado mexicano Chaves continua dando o que falar não somente entre os fãs, mas na própria mídia.

No documentário Con Permisito Dijo Monchito, a atriz María Antonieta de las Nieves fez revelações sobre sua relação com o ator Ramón Valdés.

Na série documental produzida por Esteban Valdés, filho de Ramón, a eterna Chiquinha revelou que ela e o colega de elenco conviviam tanto nos bastidores do seriado que acabaram levando para a vida real a relação de pai e filha que tinham na ficção.

“Na vida real, eu também era sua filha”, declarou Antonieta em um dos episódios da obra, disponível no site YouTube.

O carinho entre ela e Valdés – intérprete do inesquecível Seu Madruga – era tanto que o ator, falecido em 1988, foi escolhido para padrinho do casamento da colega com Gabriel Fernández, celebrado em 1971. O marido de Antonieta faleceu há dois anos, tornando a comediante viúva.

No mesmo documentário, De Las Nieves revela que considerava Ramón Valdés como um pai de fato e que os dois se tratavam como se fossem, de fato, parte de uma mesma família.

Valdés, por conta das gravações de Chaves, chegava a passar mais tempo com a atriz que com a própria família, e carregava consigo uma foto dela, tamanha a consideração que havia entre eles.

Com informações do jornal El Universal.

María Antonieta de las Nieves e Ramón Valdés nos bastidores de Chaves (Reprodução / Arquivo pessoal)
Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter