Protagonista de “Betty, a feia” confessou que as pessoas o odiavam e revelou pedido que fez

Jonathas Lopes
Jonathas Lopes
Jorge Enrique Abello fez importante pedido a Fernando Gaitán. (Foto: Divulgação).

Mais de duas décadas após sua exibição original na Colômbia, a telenovela Yo soy Betty, la fea (Betty, a feia no Brasil), continua dando o que falar. Recentemente o ator Jorge Enrique Abello, quem deu vida ao protagonista Armando no folhetim revelou algumas curiosidades sobre a novela.

Orignal de Fernando Gaitán (in memorian), Betty, a feia conquistou diversos países e rendeu várias adaptações, incluindo uma aqui no Brasil exibida pela Record TV com o título de Bela, a feia em 2009. Apesar de todo o sucesso, Jorge Enrique confessou que seu personagem foi muito odiado pelos telespectadores e isso o fez tomar uma decisão na época.

Pôster promocional de Yo soy Betty, la fea. (Foto: Divulgação).

No melodrama, Armando, personagem de Jorge Enrique Abello, é um empresário muito mulherengo e, em determinado momento da trama, passa a se envolver com sua secretária Beatriz (Ana María Orozco), uma mulher menosprezada por causa de seu visual cafona.

Fora das telas, segundo Jorge, seu personagem era odiado pelo público, pois o mesmo se envolve com Betty sem amá-la e ainda brinca com ela devido sua aparência. Contudo, com o desenrolar dos episódios, Armando se apaixona de verdade pela protagonista e passa a lutar por seu amor, já que nesse momento ela está dividida entre ele e o personagem Michel (Patrick Delmas), um francês.

Jorge revelou que na época procurou Fernando Gaitán e propôs que o desfecho da história colocasse Betty e Michel juntos como casal, em vez de com Armando. No entanto, o pedido do ator foi recusado pelo criador da história original e Betty termina casando-se com Armando.

Armando e Betty se casam no final de Yo soy Betty, la fea. (Foto: Divulgação).

No Brasil, a telenovela foi exibida pela Rede TV entre 2002 e 2003 e se converteu em um grande sucesso, ganhando mais exibições nos anos seguintes. O SBT exibiu três versões da mesma novela, a mexicana intitulada A Feia Mais Bela, a americana com o título de Ugly Betty, e mais recentemente, o remake hispânico produzido para a exibição nos EUA chamado Betty, a feia em NY.

Jonathas Lopes

Jonathas Lopes

Amante de teledramaturgia e cinema. Crítico de televisão nas horas vagas, e apaixonado pelo universo Star Wars.

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter