Reprise de La Que No Podía Amar dá mais audiência que novela do horário estelar no México

Vander Dias
Vander Dias
Foto: Reprodução

Exibida no Brasil no ano passado, La Que No Podía Amar, novela de 2011, a qual traz Ana Brenda Contreras, José Ron e Jorge Salinas no posto de protagonistas está sendo reprisada no México desde o último mês de dezembro e vem fazendo muito sucesso novamente.

Ana Brenda e Jorge Salinas formam casal em “La Que No Podía Amar”/ Foto: Reprodução

A reprise do drama da enfermeira Ana Paula (Ana Brenda) que se vê obrigada a esquecer do seu grande amor, Gustavo (José Ron) para casar-se com o poderoso Rogelio Montero (Jorge Salinas), um fazendeiro amargurado com a vida e quem contrata os serviços da moça, segue mantendo os altos índices de audiência deixados pela sua antecessora, “Amores Verdaderos”, na faixa das 15 horas no seu país de origem. A novela já chega a ultrapassar os índices de audiência de novelas inéditas da grade noturna no canal Las Estrellas, é o caso de “Médicos: línea de vida”, trama do horário estelar.

Elenco de Médicos: línea de vida / Foto: Reprodução

Na semana de 03 a 07 de fevereiro “La Que No Podía Amar” fechou com 14.4 pontos de audiência, de acordo com os dados Ratings HR, enquanto “Médicos” encerrou seus capítulos com uma média semanal de apenas 13,7 pontos. As duas novelas são assinadas pelo mesmo produtor, José Alberto Castro, “El Güero”.

“La Que No Podía Amar” é uma das novelas de maior audiência na televisão mexicana, e é a de maior audiência na faixa das 19 horas na década passada.

Soltero Con Hijas / Foto: Reprodução

Quem segue indo bem, é o produtor Juan Osório que está por trás da novela “Soltero con Hijas” estrelada por Gabriel Soto e Vanessa Guzmán. A história que vai ao ar na barra de comédias segue sendo a novela nº 1 do México, e já em sua reta final completou a semana com 16.6 pontos de média.

Protagonistas de Vencer el Miedo / Foto: Reprodução

“Vencer el Miedo”, nova aposta de Rosy Ocampo que vai ao ar às 18:30 da tarde e tem abordado temas como feminismo e luta por igualdade de gênero, se mantém estável, alcançando bons índices semanais de 15.5 pontos de média.

Já a reprise de “Que Pobres Tán Ricos” também da mesma produtora, conquistou números modestos para a faixa horária do almoço na qual vem sendo reprisada desde o ano passado. Foram 8.8 pontos de média.

Os dados foram divulgados pelo HR Ratings, o centro de pesquisas em audiências de televisão do México e refere-se a semana de 03 a 07 de fevereiro de 2020.

 

Vander Dias

Vander Dias

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter