Rumores de negociação de Chaves com o Disney+ são falsos, afirma diretor

Felipe Brandão
Felipe Brandão

Não vai ser dessa vez que o público dos seriados Chaves e Chapolin verá as obras de Roberto Bolaños figurarem no catálogo do Disney+. O alto escalão do Grupo Chespirito, que detém os direitos sobre ambas atrações, desmentiu os rumores de que estaria negociando uma parceria com o streaming do Walt Disney Pictures.

A questão foi esclarecida pelo diretor de conteúdos do grupo, Heriberto López de Anda, por meio do Twitter. “Confirmo que se trata de uma notícia falsa! Não existe tal acordo”, informou ele.

A confusão começou há alguns dias, quando o jornal mexicano El Universal publicou a ‘notícia’ de que a Disney teria fechado contrato com o Grupo Chespirito para produzir uma nova série do universo Chaves, que contaria com duas temporadas e apresentaria crianças interpretando os personagens clássicos.

No último domingo (20), o produtor Roberto Gómez Fernández conseguiu um espaço no mesmo jornal para desmentir a informação. “Temos projetos de animação em desenvolvimento, mas estamos realizando-os por nossa própria produtora, sem destinatário”, esclareceu o filho do saudoso Roberto Bolaños (1929-2014).

Como se sabe, Chaves e Chapolin tiveram suas exibições suspensas em todo o mundo em agosto de 2020, em virtude da ruptura do Grupo Chespirito com a Televisa. Desde então, os fãs dos programas aguardam a oportunidade de voltar a vê-los em alguma plataforma.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter