Sebastián Rulli ditava ordens nos bastidores de O Que a Vida Me Roubou; saiba detalhes

Cadu Safner
Cadu Safner
O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)
O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)

Quem olha para o ator Sebastián Rulli nas redes sociais, de cara percebe seu carisma e simpatia com o público. O que poucos sabem é que no trabalho o marido de Angelique Boyer tem veia autoritária e rígida. Isso mesmo! Em O Que a Vida Me Roubou, novela da Televisa produzida em 2013, o gênio forte do ator surpreendeu muitas pessoas do elenco, incluindo técnicos e produtores.

O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)
O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)

De acordo com o site El Mañana, uma fonte interna da produção revelou que a equipe da novela se desdobrava para deixar tudo da maneira que o astro mexicano gostava, para que não houvesse nenhum tipo de retalhação. Uma das exigências de Sebastián era sobre o vestuário de seu personagem Alessandro, na trama. Rulli bateu o pé para que ele usasse somente camisas de cor azul, sua cor preferida. Pedido feito, pedido aceito!

O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)
O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)

Tudo que o ator pede é uma ordem e precisa ser feito no exato momento. Desde o início [de O Que a Vida me Roubou], quando eles criaram o personagem, Sebastián pediu que o vestissem de camisa azul”, revelou a fonte ao Revista TV Notas .

O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)
O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)

A Televisa trouxe várias dúzias de camisas dos Estados Unidos e de diferentes partes do México, para que o ator estivesse satisfeito“, acrescentou. Em O Que a Vida Me Roubou, Rulli usou quase 100 camisas de diferentes tonalidades e modelos (liso, listrado, quadrado, texturizado etc.) em azul.

Que coisa, não? Agora já sabemos com o que presenteá-lo em seu aniversário.

A novela

O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)
O Que a Vida Me Roubou (Divulgação: Televisa S.A)

Lo Que la Vida me Robó tem produção de Angelli Nesma e chega ao SBT em 2020 para substiruir a reprise de Meu Coração é Teu na faixa das 17 horas. A trama traz o casal Angelique Boyer e Sebastián Rulli como os grandes protagonistas e trata-se de uma versão contemporânea de Amor Real, novela de época protagonizada por Adela Noriega e Fernando Colunga.

A história conta a trajetória de Montserrat (Angelique Boyer), uma jovem indecisa quanto ao amor. Inicialmente, ela acredita estar apaixonada por José Luis (Luis Roberto Guzmán) um humilde cabo da marinha, porém, sua mãe a severa Graziela (Daniela Castro) é contra a relação, pois deseja que a filha se case com um homem de posses.

Daniela Castro interpretou a megera Graziela, mãe de Montserrat (Angelique Boyer) / Foto: Televisa

Com a ajuda de seu outro filho, Demétrio (Osvaldo Benavides) eles armam um plano para separar o casal e assim a mãe consegue arranjar um outro pretende para a filha que vem a ser, Alessandro (Sebastián Rulli). Alessandro até então era um simples capataz na fazenda onde morava, no leito de morte de seu patrão, Benjamim Almonte, ele descobre que era filho do homem e se torna seu único herdeiro, despertando o interesse de Graziela, antiga amante de Benjamim que quer tomar posse de todos os bens para ela.

A princípio Montserrat não cederá a paixão de Alessandro, este o qual sempre a desejou, no entanto, com o tempo ela acaba correspondendo ao marido arranjado. No meio do caminho, José Luis volta a aparecer e mexe com os sentimentos da moça, despertando uma grande batalha sangrenta pelo coração da jovem.

O Que a Vida me Roubou ficou fortemente conhecida pelas inúmeras cenas pesadas, as diversas mortes em seu elenco e o elemento policial pouco raro nas tramas mexicanas exibidas pelo SBT. Em sua primeira exibição a novela alcançou índices modestos de audiência fechando pouco abaixo dos 7 pontos de média. A previsão da reestreia é para o início de abril onde fará dobradinha com  a trama atualmente no ar por alguns capítulos.

Confira a chamada:

Cadu Safner

Cadu Safner

Jornalista e editor-chefe do site Estrela Latina (Metrópoles), repórter com passagens na RedeTV!, Band, AllTV e no portal Terra. Desempenhou funções em editoriais de moda, política, policial e também assina a coluna Holofote, no site Observatório da TV (UOL).

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter