Sem exclusividade, SBT pode perder de vez novelas mexicanas

Felipe Brandão
Felipe Brandão
Televisa/ Foto: Reprodução

A situação não anda fácil para o SBT. Acumulando sucessivas derrotas para a Record TV na maioria das faixas diárias, a emissora de Silvio Santos agora corre o risco de perder um dos principais e mais tradicionais produtos de sua grade: as novelas mexicanas.

De acordo com informações do portal TV Pop – e corroboradas, em parte, pelo colunista Flávio Ricco, do R7 -, a Televisa estuda a possibilidade de romper sua parceria de décadas com a Anhanguera a fim de concentrar sua presença no Brasil em plataformas de streaming como a Netflix, a Amazon Prime e até mesmo a Globoplay – que recentemente anunciou a estreia do remake de Rubi em seu catálogo.

Neste novo ano de 2021, o grupo mexicano passou a adotar modelo diferente de contrato com o SBT, que já não possui exclusividade no direito a adquirir suas produções. Embora a prioridade nesse sentido ainda seja dos Abravanel, o novo sistema deixa a Televisa livre para negociar novelas, séries e outras atrações com outras empresas.

No entanto, com o interesse crescente dos serviços on demand pelos dramas importados do México, não será surpresa se a empresa optar por retirar todo seu conteúdo de vez da TV aberta brasileira para concentrá-lo apenas na plataforma de streaming – que pagam muito mais por cada título disponibilizado e, por consequência, tende a exigir exclusividade.

O portal NaTelinha apurou que o Globoplay está negociando com a Televisa a aquisição de outros títulos da grife Fábrica de Sueños – como os remakes de A UsurpadoraCuna de Lobos produzidos entre 2019 e 2020. A presença de novelas clássicas, como Maria do Bairro (1995) e Carrossel (1989), também é vista como uma opção para o catálogo do streaming do Grupo Globo de Comunicação.

Felipe Brandão

Felipe Brandão

Felipe Brandão é jornalista diplomado desde 2012 - mas sua paixão pela TV e pelas novelas, especialmente as latinas, começou desde muito cedo em sua vida. Gosta de tudo o que envolve arte, apesar de seu apreço duvidoso pelos filmes de um certo boneco Chucky... Ninguém é perfeito, né?

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter