Série ‘Eu Vi: América Latina’ reúne histórias sobrenaturais

Cláudio Oliveira
Cláudio Oliveira
Episódio ‘A boneca possuída’. (Foto: Reprodução/ Netflix).
Episódio ‘A boneca possuída’. (Foto: Reprodução/ Netflix).

Baseado em fatos reais, a série mexicana ‘Eu Vi: América Latina’, que tem como título original Haunted: Latin America, relata histórias de pessoas que tiveram experiências com assombrações.

O enredo tem como cenário principal uma sala macabra iluminada com velas vermelhas. A série conta com cinco episódios e que não precisam necessariamente serem assistidos em sequência.

Uma das histórias é a de Brisa, uma mãe que vai morar em uma casa mal-assombrada com seus filhos. Apesar de alguns sustos, um dos fantasmas mantinha os brinquedos das crianças em plena ordem. É uma das histórias com o desfecho mais interessante.

Zully, apegada a uma boneca bailarina que ganhou no seu aniversário de 15 anos, custa enxergar as traquinagens feitas pelo brinquedo que tem ciúmes de sua dona. A bonequinha não perdoa nem mesmo as filhas de Zully – que tem pavor da aparente inofensiva bailarina de plástico e de aparência triste.

E Rodrigo – um policial – acredita que os fantasmas o protege de várias ciladas da vida e dos desafios de sua profissão, que lida com a morte diariamente.

Apesar de não ser muito assustadora como promete o trailer, a série ‘Eu Vi: América Latina’ conta com efeitos especiais bem interessantes. A trilha do enredo também envolve o telespectador para o momento dos acontecimentos paranormais.

Se você deseja conhecer algumas experiências de pessoas que lidaram com forças ocultas, sinta a adrenalina na primeira temporada da série documental ‘Eu Vi: América Latina’, que está disponível na Netflix. Cai super bem assistir em um sábado à noite.

Cláudio Oliveira

Cláudio Oliveira

É repórter e colunista.

Post Relacionados

Fique conectado!

Assine a nossa newsletter